Câmara abre 19ª Legislatura nesta quinta-feira

Na manhã desta quinta-feira, 02, o Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Justino Malheiros (PV), deu início aos trabalhos legislativos da 19ª Legislatura, em uma Sessão Solene no Plenário das Deliberações do Palácio Paschoal Moreira Cabral.

O evento teve início com a execução do Hino Nacional, pela Banda da Polícia Militar, e o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Mato Grosso e de Cuiabá, nos mastros localizados na praça onde fica localizado o Marco do Centro Geodésico da América do Sul, em frente à sede do Poder Legislativo Municipal.

No plenário o Prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), o primeiro a discursar, externou sua gratidão ao povo cuiabano por ter-lhe delegado a gestão da capital, “rumo ao tri centenário da cidade, onde, orgulhosamente nasci”, pontuou. Lembrou sua trajetória política e de como por “obra de Deus alcançou a vitória, em um momento que já não pensava mais nessa possibilidade”, pois considerava que havia passado seu momento, em consequência de derrotas sofridas em outros pleitos. “Por isso, sinto que vivo um momento inimaginável, impensável. E afirmo que os compromissos assumidos em praça pública serão honrados”, considerou.

Na sequência, o Presidente do TCE, Conselheiro Antônio Joaquim, disse que sua presença é uma forma de tirar o Tribunal da zona de conforto, “ hoje, temos a consciência de que precisamos ajudar os gestores a executar as políticas públicas. Quem tem o mandato é quem escolhe as políticas públicas, então temos muito que trabalhar em conjunto, firmando essa parceria em nome do interesse público”, esclareceu. Ele afirmou também que todos estão no mesmo barco – autoridades e população – por isso a finalidade “é oferecer o melhor serviço público às pessoas. Que o hospital funcione bem, assim como a escola e as ruas estejam em boas condições de trânsito”, concluiu.

Os treze partidos representados no parlamento, através dos seus líderes, emitiram mensagem. Pelo PSD, o vereador Toninho de Souza, disse que “não será omisso ou impeditivo, mas fará cobranças de forma responsável, no sentido de contribuir. Sou daqueles que suam a camisa, não a língua”, afirmou.

O PSC foi representado pelo vereador Abílio Jr. que destacou a necessidade de ser responsável no gasto do dinheiro público. Polêmico, exemplificou que incentivam o carnaval sem avaliar os danos que a folia traz. “ Além de doenças sexuais, o abuso do álcool, são consequências desagradáveis da folia carnavalesca. Nosso mandato vai se pautar pela busca de uma cidade mais humana, a cidade da família. Enfim, uma cidade para pessoas”.

O líder do PP, vereador Luís Cláudio, lembrou o número de abstenções nas últimas eleições, o que considerou como um duro recado das urnas, demonstrando o descontentamento da população com a política. “Mas o PP está pronto para contribuir com agendas positivas nesta Casa de Leis e mudar essa opinião”, assegurou.

O vereador Xavier, líder do PTC, foi  enfático ao afirmar que após 5 derrotas, não foi eleito para brincar. Emocionado, mostrou a fotografia do seu primeiro comício, em 1996 quando deu início ao projeto de representar as comunidades, principalmente do setor oeste. Afirmou que é preciso olhar também olhar as pequenas coisas “como uma porta caída em um posto de saúde que impede o médico de realizar consultas”, observou, pontuando que vai trabalhar pelos mais humildes.

Representando a Mesa Diretora, o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), 1º vice-presidente, usou a palavra para rechaçar aqueles que veem a Câmara apenas por um viés pejorativo. “Nunca me senti, e não me sinto, dentro de uma casa de artistas, ou casa de horrores. Esta Casa, quando precisou cortou da própria carne. E temos nos pautado pelo zelo com a coisa pública”, afirmou.

 O líder do Prefeito, vereador Lilo Pinheiro (PRP), afirmou que não fará uma liderança que rebate qualquer crítica, mas apenas aquelas que extrapolarem, transformando-se em acusações injustas. “Mas serão rebatidas em um nível que não impeça a manutenção do bom relacionamento entre os poderes”, observou.

O Presidente  Justino Malheiros (PV), encerrou a solenidade, agradecendo à sua família, principalmente, sua mãe, pois são os familiares que sabem o quanto o político se vê obrigado abrir mão de suas prerrogativas e do privilégio da companhia dos seus para realizar a tarefa de trabalhar em prol da população. “Assim, tenho a consciência de que trabalharemos por uma parceria harmoniosa com o Executivo, mas com independência, para que possamos contribuir com a melhor gestão, rumo aos 300 anos de Cuiabá”, encerrou.

Secom – Etevaldo D´Almeida

Compartilhe esse Post

Com muito ❤ por go7.site