Edna Mahinc defende valorização do Magistério de Primavera

A vereadora Edna Mahinc (PT), na Sessão da Câmara de Vereadores de Primavera do Leste, realizada ontem segunda (04.06), fez a defesa do Piso Salarial dos Profissionais da Educação da Rede Municipal.

De acordo com a vereadora, em dezembro do ano passado,  o Ministério da Educação (MEC) nos termos do art. 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008,  estabeleceu a atualização anual do piso nacional do magistério de R$ 2.455,35. Porém, com o reajuste de 2,07% para todos os servidores, anunciado pelo Prefeito Leonardo Bortolin (MDB) piso salarial dos professores em Primavera do Leste ficará abaixo do Piso do MEC.

“Estou cobrando do Prefeito para que ele mantenha o poder de compra dos professores, mantendo o valor do piso do magistério de Primavera 10,28% acima do piso salarial nacional”, lembrando que mesmo assim, os professores da rede municipal recebem um piso salarial inferior ao da rede estadual que hoje está, aproximadamente, em R$ 2.900,00.

A Vereadora ainda, em seu discurso destacou os dados de arrecadação do município de Primavera do Leste. Conforme o Site DEEPASK (dipasc), em 2013,  o município arrecadou quase 29 milhões, cinco anos depois, em 2017, essa arrecadação quase chega a 40 milhões. Vejam esses dados no site http://www.deepask.com/goes?page=primavera-do-leste/MT-Receita-tributaria:-Veja-a-arrecadacao-total-de-impostos-e-taxas-no-seu-municipio. Isso representa mais de 34%. Porém, com o reajuste de 2,07% de recomposição, o magistério está prestes ficar abaixo com o menor salário desde 2008, ano da implantação do Piso.

“É preciso valorizar os profissionais da educação, a partir da legislação que ampara o piso salarial, vamos trabalhar  para que o reajuste seja adequado, satisfatório,  que não haja percas salariais e principalmente  que os trabalhadores não percam o poder de compra”, afirma a vereadora Edna em defesa dos poder de compra dos professores de Primavera do Leste.

Compartilhe esse Post

Com muito ❤ por go7.site